sábado, 27 de abril de 2013

Mulher criada por homossexuais pede que governo proteja verdadeiro matrimônio

Uma mulher canadense que foi criada em família homossexual se dedica agora a auxiliar outras pessoas que atravessam a mesma situação e a pedir aos governos do mundo que protejam o matrimônio entre homem e mulher.

Segundo informa ForumLibertas.ogr, Dawn Stefanowicz vive em Ontario, Canadá, com seu marido de toda a vida e seus dois filhos, aos que educou em casa. Atualmente prepara sua autobiografia e desenvolve um ministério especial desde o sítio web (em inglês) http:/www.dawnstefanowicz.com/:

Brinda ajuda a outras pessoas que como ela cresceram a cargo de um pai homossexual e foram expostas a este estilo de vida.

Stefanowicz explica no sítio web “como em sua infância esteve exposta a intercâmbios de parelhas gays, jogos nudistas e falta de afirmação em sua feminindade, como lhe feriu o estilo de vida em que cresceu, e oferece ajuda, conselho e informação para outras pessoas que cresceram feridas em torno da 'família' gay, um estilo de 'família' que ela não deseja a ninguém e que crê que as leis não deveriam apoiar”.

Seu testemunho:

Em seu relato, Stefanowicz explica que devido a uma enfermidade grave de sua mãe teve de ficar ao cuidado de seu pai homossexual quando ainda era uma criança. “Estive exposta um alto risco de enfermidades de transmissão sexual devido ao abuso sexual, aos comportamentos de alto risco de meu pai e a numerosas parelhas”, relata.

“Incluso quando meu pai estava no que pareciam relações monogâmicas, continuava fazendo 'cruising' buscando sexo anônimo. Cheguei a me preocupar profundamente, a amar e entender com compaixão meu pai. Compartilhava comigo o que lamentava da vida. Infelizmente, quando crianças uns adultos abusaram sexual e fisicamente dele. Devido a isto, vivei com depressão, problemas de controle, estalidos de raiva, tendências suicidas e compulsão sexual. Tentava satisfazes sua necessidade pelo afeto de seu pai, por sua afirmação e atenção, com relações promíscuas e transitórias. As (ex) parelhas de meu pai, com os que tratei e cheguei a apreciar com sentimentos profundos, viram suas vidas drasticamente encurtadas pela AIDS e pelo suicídio. Tristemente, meu pai morreu de AIDS em 1991”, recorda.

Segundo Stefanowicz, as “experiências pessoais, profissionais e sociais com meu pai não me ensinaram o respeito pela moralidade, pela autoridade, pelo matrimônio e pelo amor paterno. Me sentia temerosamente silenciada porque meu pai não me permitia falar dele, seus companheiros de casa, seu estilo de vida e seus encontros nessa subcultura. Enquanto vivi em casa, tive que viver segundo suas regras”.

“Sim, amava meu pai. Mas me sentia abandonada e desprezada porque meu pai me deixava sozinha para ficar vários dias com seus parceiros. Suas parelhas realmente não se interessavam por mim. Fui machucada por maltrato doméstico homossexual, as tentativas sexuais com menores e a perdida de parelhas sexuais como se as pessoas fossem só coisas para se usar. Busquei consolo, busquei o amor de meu pai em diversos namorados a partir dos 12 anos”, sustenta.

Stefanowicz recorda que “desde cedo, me expôs a conversas sexualmente explícitas, estilos de vida hedonistas, subculturas GLBT e lugares de férias gay. O sexo me parecia gratuito quando crianças. Me expus a manifestações de sexualidade de todo tipo inclusive sexo em casas de banho, travestismo, sodomia, pornografia, nudismo gay, lesbianismo, bissexualidade, voyeurismo e exibicionismo. Se aludi ao sadomasoquismo e se mostravam alguns aspectos. As drogas e o álcool contribuiam a baixar as inibições nas relações de meu pai”.

“Meu pai apreciava o vestir unisex, os aspectos de gênero neutro, e o intercâmbio de roupas quando tive 8 anos. Eu não via o valor das diferenças biologicamente complementárias entre homem e mulher. Nem pensava acerca do matrimônio. Fiz votos de não ter nunca filhos, porque não cresci em um ambiente seguro, sacrificial, centrado nas crianças”, assinala.

As consequências:

“Mais de duas décadas de exposição direta a estas experiências estressantes me causaram insegurança, depressão, pensamentos suicidas, medo, ansiedade, baixa autoestima, insônia e confusão sexual. Minha consciência e minha inocência foram seriamente danificadas. Fui testemunha de que todos os outros membros da família também sofriam”, sustenta Stefanowicz.

Ela assegura que só depois de ter tomado as decisões mais importantes de sua vida, começou a dar-se conta de como a tinha afetado crescer neste ambiente.

“Minha cura implicou em mirar de frente a realidade, aceitar as consequências a longo prazo e oferecer perdão. Podem imaginar ser forçados a aceitar relações instáveis e práticas sexuais diversas desde muito pequena e como afetou meu desenvolvimento? Infelizmente, até que meu pai, suas parelhas sexuais e minha mãe morreram, não pude falar publicamente de minhas experiências”, explica.

“Afinal, as crianças serão as vítimas reais e os perdedores do matrimônio legal do mesmo sexo. Que esperança posso oferecer a crianças inocentes sem voz? Governos e juizes devem defender o matrimônio entre homem e mulher e excluir todos os outros, pelo bem de nossas crianças”, conlui.

66 comentários:

  1. Em verdade, muitos outros seres humanos que fazem parte desse tipo de criação, também devem estar sem voz pra dizer o quanto podem ser ou não infelizes por causa dessas uniões, que insistem em criar uma criança sem estrutura verdadeiramente familiar, em que consiste em; pai e mãe, desde que o mundo é mundo. Como explicar a criança... Esse rapaz é sua mãe, ou essa mulher é seu pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desde que o mundo e mundo e um otimo argumento, se for assim escravizar estrangeiros e normal pq desde que o mundo e mundo existe essa pratica. e foi jesus que defendeu a manutençao dos escravos.

      Excluir
    2. Jesus defendeu a escravidão???? rapaz... que Bíblia é essa que tu anda lendo ein? o.0'

      Excluir
    3. danilo Souza, uma coisa não tem nada a ver com a outra. O problema aqui é bem mais sério que isso, a família é reconhecida mundialmente há milênios m uma constituição que envolve homem e mulher, e não um casal gay.
      Não dá pra mudar esse fato do dia pra noite como querem fazer, o que eu acho incrível é que até religião que não pode ser criticada é! E seus líderes vivem sem pedir uma emenda constitucional pra amordaçar a voz da divergência de idéias...Com o homossexualismo não, é diferente, seja contra pra ver... eu acho que eles vão até clocar a gente na cadeira elétrica ou pena de morte! Só ratificando, não condeno a pessoa e sim a prática! e se isso for ser homofóbico UE SOU!!!

      Excluir
    4. Laquatus, aparentemente o seu conhecimento sobre a bíblia é minúsculo. Faça uma pesquisa, não vai te matar.
      Wallacy, com você o assunto é mais sério.
      Primeiramente, respondendo a sua pergunta; sim, você é homofóbico mesmo "tentando" esconder esse seu repúdio pelos homossexuais.
      Agora respondendo por partes; "danilo Souza, uma coisa não tem nada a ver com a outra. O problema aqui é bem mais sério que isso, a família é reconhecida mundialmente há milênios m uma constituição que envolve homem e mulher, e não um casal gay." - dito por você.
      Parece que você parou no tempo ao citar isso, pois a muito a psicologia já não reconhece mais uma família pelo seu gênero, mas sim pela sua posição dentro do antro familiar, pois existe o papel materno e o papel paterno e ele não é definido pelo sexo do propositor, mas sim, pelo seu papel perante as decisões hierárquicas, logo um homem pode exercer o papel materno e a mulher pode, muito bem, exercer o papel paterno.

      "Não dá pra mudar esse fato do dia pra noite como querem fazer" - dito por você.
      O fato é outro e você não obtêm o conhecimento disso.

      "...o que eu acho incrível é que até religião que não pode ser criticada é!" - dito por você.
      A religião não só pode, como DEVE ser criticada. Afinal, posições radicais como o da religião muçulmana são criticadas por todos (aposto que inclusive por vossa senhoria) e ninguém vê mal nenhum nisso e com o cristianismo não pode ser diferente.

      "E seus líderes vivem sem pedir uma emenda constitucional pra amordaçar a voz da divergência de idéias..." - dito por você.
      Espero que você tenha expressado a sua ideia de forma equivocada, ou que eu tenha entendido errado porque CENSURA é inaceitável.

      "Com o homossexualismo não, é diferente, seja contra pra ver... eu acho que eles vão até clocar a gente na cadeira elétrica ou pena de morte!"
      Putz cara... sério?
      Esse mesmo tipo de pensamento tiveram os que eram contra as leis contra o racismo.
      Parabéns, no futuro você será conhecido como a vergonha.

      Excluir
    5. "Parece que você parou no tempo ao citar isso, pois a muito a psicologia já não reconhece mais uma família pelo seu gênero, mas sim pela sua posição dentro do antro familiar, pois existe o papel materno e o papel paterno e ele não é definido pelo sexo do propositor, mas sim, pelo seu papel perante as decisões hierárquicas, logo um homem pode exercer o papel materno e a mulher pode, muito bem, exercer o papel paterno."
      Não é tão simples assim..o ser humano não é apenas aquilo que representa ser, é também, em grande parte, o que é de fato, materialmente.
      Os arquétipos não estão incorporados na memória humana apenas pelo seu valor representacional, mas pelo valor concreto. P.e: só uma mulher sabe como é ser penetrada pela vagina, visto a enervação do aparelho genital da mulher ser diferente. A mente da mulher funciona de forma diferente, apesar de que se pode alcançar um nível de raciocínio semelhante ao se tomar hormônios, nunca será igual, equivalente arquetipicamente, apensa uma aproximação. A força física do homem é diferente, o que cria virtualmente diferenças em alguns papéis básicos do cotidiano (inclusive fazer sexo em posições típicas homem/mulher, visto a mulher não conseguir erguer o homem e o penetrar por exemplo). A fisionomia é diferente, ainda que se faça uso de hormônios, mesmo atingindo um grau muito bom de aproximação, não será idêntico. Tetas inatas com glândulas mamárias (o impacto disto na vida de uma mulher (apenas da mulher)dispensa explicações psicológicas). A estrutura óssea que não se altera satisfatoriamente através do uso de hormônios.
      Enfim...o estado mental de uma mulher e de um homem, decorrente de seus planos arquetípicos, são substancialmente diferentes um do outro.
      Isso só para citar a incompatibilidade entre o papel feminio exercido por um homem. Todo o raciocínio inverso vale para o caso recíproco (mulher exercendo papel de homem).
      Bom, isso, como já disse, não invalida o aspecto representacional do ser humano, mas certamente é uma variável de grande peso, como já disse também. Você não pode sair por aí descartando milhões de anos de evolução, que embebem nossos genes de características físicas sexualmente distintas e nosso memes de arquétipos também sexualmente distintos, embora com equivalentes representacionais.
      Mas calma...nada do que eu disse invalida a tentativa de se criar um filho em ambiente familiar homossexual. Acontece que, a gente ainda não sabe muito bem como funciona esse tipo de núcleo familiar, a gente nunca viveu, até onde alcança a história pelo menos, uma primavera homossexual como se tem vivido. Tudo é experimento nesse campo. Nós não sabemos muito bem como as crianças vão se comportar, como os pais vão se comportar, qual o teor psicolócigo dessa relação para ambas as partes. Tem que se ter muita cautela e pensar mais nas crianças do que em si mesmo.
      Me parece óbvio que a chance de acontecerem desastres familiares como a da moça da reportagem é muito grande, visto o espesso huistórico de problemas familiares que abraça a maioria dos homossexuais.
      Vejo também que há muitos homossexuais que parecem optar por essa identidade sexual (é assim que se fala?) não pressionados por um gradiente de problemas familiares, mas apenas por curiosidade, liberdade de escolha em relação ao comum, vontade de ser diferente, enfim, que não parece ser motivado por frustrações com a figura paterna e/ou materna. Esse tipo de homossexual, me parece, não criaria seus filhos da maneira como a moça da reportagem apresenta sua criação.
      Enfim...acho que não é tão simples assim como você colocou, mas também acho que não é um núcleo familiar fadado ao desastre, até porque tudo no universo está em constante mudança, adaptação, fusão e reformulação.

      Excluir
    6. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    7. Atheist Modern!!

      O figura o conhecimento do rapaz é minusculo coisa nenhuma sobre a bíblia, primeiro lugar que você deve entender o contexto na bíblia se gundo se falando de bíblia conhecimento não é tudo e sim entender a verdade, outro lendo-se contexto Jesus nunca foi a favor da escravidão tanto que seu pai retirou os Hebreus da escravidão no Egito. nem vou entrar em mais detalhes pq sua ignorância em acusar o colega mostra o quanto você é uma sombra de um Ditador.
      Outra, posso dizer por experiência própria, tenho um familiar de 1º Grau que é gay, Gay maiúsculo a essa palavra me condena como homofóbico isso é desculpa de cego. Amo essa pessoa e ela me ama, jamis aceitei as práticas e nunca vou aceitar. Outra coisa tenho liberdade de expor o que penso ou por acaso e´só os gays agora que podem se expressar. Esse meu parente sabe como penso e no fundo concorda. Outra faz o seguinte da seu filho para ser criado por um casal de gay!! "psicologia já não reconhece mais uma família" Realmente as coisas estão deturpadas mesmo.Bom meu camarada ou minha camarada como você quiser. Gostou se ser alfinetado é chato certo esse é meu direito também. Sua sorte que nosso colega Wallacy Jankson não te colocou um processo, pois você o acusou de ser homofóbico, porque eu sei e entendo de lei e ainda tenho um homossexual na família que me defenderia perante um juiz contra pessoas como você. Entenda uma coisa prática é uma coisa ser Gay é outra fica a dica.

      Excluir
  2. É interessante essa leitura.. Aqui é ligado a sexualidade do casal a falta de base, a falta de estrutura pra se criar uma criança.. O que me leva a dúvida; quantas crianças são abandonadas por mães em latas de lixo? Quantos pais estupram suas filhas enquanto são menininhas de 9 ou 12 anos? O que faremos com essas pessoas? Faremos campanhas contra o casamente hétero sexual? Diremos que casais héteros não podem criar uma criança? Quantos pais héteros e bem sucedido criam marginais que sobem as favelas pra cheirarem cada centavo dos pais? O que faremos com isso? Diremos que pais ricos e héteros não podem criar um filho? Pelo amor de Deus Pai.. Existe sim casais gays que não tem caráter, assim como existe casais héteros que também não o tem. Simples assim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei pensando a mesma coisa.
      Retire todas as referências a homossexualidade e será mais uma notícia de famílias hétero que abusam de seus filhos e os expõem a uma série de situações traumáticas...
      Mais uma vez as pessoas tomando a exceção como norma...

      Excluir
    2. pais héteros não abusam de seus filhos, isso é coisa de homossexuais, e se em uma hipótese muito remota acontecer é porque estão com inconsto ou sob a influencia do capeta, e isso só acontece por que eles não aceitam Deus e não pagam o dizimo + oferta.

      Excluir
    3. @Mark Brasil vc é um ótimo piadista kkk

      Excluir
    4. @Mark Brasil já tá bom meu filho! agora volta pra terra!

      Excluir
    5. Pois é, cara. Sinto dizer Mark, mas nem todos os casais heterossexuais são "de Deus" e existem incontáveis casos de abuso de filhos. E cara, para de pagar dízimo, Deus não quer tua grana.

      Excluir
    6. Eita. Calma gente, porque todas conversas entre brasileiros são tão acalorada???

      Excluir
    7. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    8. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    9. Mark Brasil, desculpa mas... vc errou em sua forma de expressão escrita.
      São dois ponto e eu vou começar pelo ponto em que mais me chamou a atenção em seu comentário em resposta.
      1° Dízimo não se paga, se devolve a Deus pq Ele deu a Ele devolvemos, pois se trabalhamos é pq Ele nos deu força e saúde para irmos do nosso próprio suor tirar o nosso sustento que tmb é dado por Ele, pois sem Ele nem existiríamos e oferta é gratidão. Vc sabe pq devolvemos o dízimo e damos a oferta à casa de Deus? Pelo o seu comentário acho que não. Mas não vim para te julgar. Só estude mais a palavra do Senhor antes de falar qualquer coisa, para não ser envergonhado e não envergonhar a causa do Senhor perante os "inimigos", que não são da carne.
      2° Quanto a pais que abusam de seus filhos é como vc disse "então não são "héteros". Será? Já parou pra pensar que esses devem ter sofrido algum tipo de abuso ou simplesmente querem ver o que acontece fazendo algo com o que ele pensa "que por ter sido feito dele, por ele ter participado da geração, seja a mulher no seu ventre (com meninos nascidos) ou sendo o homem na contribuição do esperma (com meninas nascidas)"? Mas eu sei que nada disso justifica o comportamento errado de tais pais. Se eles fazem isso com uma criança (seus próprio filhos ou não) estando com um encosto não sei, mas que tem um "poder" maligno atuando sobre a vida deles influenciando a faze-los tais coisas é pq eles deixaram-se ser usados liberando espaço em suas mentes para ouvirem a voz do diabo e praticar o mal e caminham pelo deserto em busca de preencher o vazio em que se encontram. Eles precisam tomar consciência deste vazio para que então possam ter preenchido o lugar ocioso de vossas mentes por Jesus Cristo, o Salvador. Aceitar a salvação não é fácil para alguns, mas não é impossível. Todos precisamos de salvação. De que? De nós mesmos, pois nossa mente é brilhante, td feito por Deus. Somos uma arma ou um escudo. Isso depende do momento e da posição de qual lado estamos lutando, por quem estamos lutando.
      Existem muitas pessoas ai que estão "aparentemente" sob a influência de Deus, mas cometem vários delitos. É Deus quem conhece o coração e Sua justiça para nós pode tardar, mas não falha, mesmo que os nossos olhos não possam contemplar a justiça de Suas mãos, Ele é fiel e justo pra julgar e defender se preciso for aos que clamam por Seus socorro.

      Agora quanto ao comentário do nosso amigo BarreiirO, eu posso estar errada, mas o texto fala sobre a carência paternal no desenvolvimento da criação dela e não de dinheiro, drogas, marginais, abuso sexual... Ela sofreu confusões mental no proceder da vida. E é isso que ela não quer que outras crianças passem.
      Por favor, o que ela quer é apoio.
      Pra que no protesto dela ter que levantar outros assuntos que não são pertinentes ao texto? Não vamos desviar as nossas mentes do que é correto dentro do que ela está buscando defender e que está dentro dos padrões do PROPÓSITO da CRIAÇÃO DE DEUS, no que ela testemunhou.

      Sejamos sensatos.
      DEUS ABENÇOE-OS.

      Excluir
    10. hola, boa noite sei que é dificil pra muitos entender a importância da familia pra uma criança, pra uma vida. e quando falamos de familia, queremos dizer pai, e mae, vc esta certissimo em dizer que existem pessoas sem escrupulos em todos os lugares mais Deus criou o homem e da costela dele criou a mulher para que formassem familia eu não conheço nenhuma passagem na biblia que diga que Deus criou um terceiro ou quarto sexo, então se até mesmo quem não é evangelico, mais cre que exista um Deus de verdade, sabe como Ele ama a familia e como o diabo esta exatamente começando destruir o homem destruindo a familia. sinto uito por todos os gays e lesbicas do mundo, mais deviam não ser tão egoistas pensando na propria realização e esquecendo-se do futuro dessas crianças.

      Excluir
    11. VOCÊ ESTÁ DIZENDO DE CARATER INDIVIDUAL E NÃO AS CONSEQUÊNCIAS DE UM CASAL DO MESMO SEXO. AS MÃES QUE ABANDONAM E OS PAIS QUE VIOLENTAM DEVEM SER PUNIDOS PORQUE ISSO É CRIME. ACHO QUE VOCÊ DEVERIA FALAR DO ASSUNTO QUE ESTÁ SENDO DISCUTIDO QUE É A BASE QUE AS CRIANÇAS TERAM DE UMA FAMÍLIA. PODE PERMITIR QUALQUER TIPO DE CASAMENTO MAS FAMÍLIA SÓ TEM UMA CONSTITUIÇÃO: PAI, MÃE E FILHOS, O QUE PASSAR DISSO É INVENSÃO DO HOMEM POR CONVENIÊNCIAS. BALELA.

      Excluir
    12. pois,dizem que o caso não tem que ver com de serem um casal homossexual,mas por a promiscuidade e o demais,então expliquem porque a pessoa em causa que sabe como todos que isso também em casais hetero acontecem situações semelhantes chegou a conclusão que chegou.Não seria natural uma pessoa exposta desde criança a uma vida sem restrições ter uma mentalidade tão aberta,não ter complexos com homossexualidade,bi-sexualidade e tudo o mais agora não suporte tal coisa.Não leram também que ela sabe de mais casos além do dela,não deve ser tão poucos,de crianças que também a exposição homossexual lhes foi muito prejudicial.Deve haver muito caso deste mas com a comunicação social ao serviço do activismo gay tudo isso é silenciado!

      Excluir
    13. @Grazy Gonçalves podes me explicar como Deus gasta o dinheiro do dízimo? Hahahahahahah

      Excluir
  3. Comecando!nao existe casal de gays,existe parceiros,e este asunto ja esta embassando.!Sera que vamos ter que sair pegando gays de cacete?Deixem as criancas fora deste lixo dos inferno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pegar os gays de cacete?? ai eles vao gostar !!! hehehehe

      Excluir
    2. Pegando gays no cacete??? Ora, mas é exatamente isso que eles querem! Eles amam isso!!!!

      Excluir
    3. O que vocês têm na cabeça além de conceitos préconcebidos? De que serve orar dia e noite e sair por aí espalhando ódio gratuito? Primeiramente, Ser gay ñ é uma doença, muito mentos oferece contágio. Se fosse, ñ existiriam mais héteros. Meus irmãos ñ são gays, meu sobrinho que cresceu junto comigo não é e conheço irmãos ou familiares que cresceram com pessoas gays e ñ se tornaram assim por isso. Em segundo lugar, ñ é a condição sexual que determina o caráter ou índole. Isso é influenciado por ínumeros fatores sociais, desde aceitação pessoal á discriminação, bulling, amizades, etc. Em terceiiro lugar, o que faz um bom filho ñ é ter um pai e uma mãe, mas sim alguém que instrua os filhos, que seja exemplo de proceder, que ñ só mostre, mas haja corretamente, segundo a ética. Que ensine valores que realmente servirão para que os filhos sejam pessoas sabias em seu proceder. Essa senhora do artigo teve a infelicidade de ter um pai que ñ foi um modelo em sua vida. Isso independe dele ser gay. Seria diferente se ela tivesse sido criada por heteros que apresentassem à ela coisas ruins? Por um pai que espancasse a mãe e saísse todos as noites com uma muçher doferente, e por uma mãe que traisse seu marido na frente da filha e introduzisse a filha à prostituição? O por pais com o pensamento como o seu que incitasse o ódio contra os outros e ensinasse aos filhos áspancar os outros? Acho que o problema émuito maior do que ter ou não ter pais gays. O problema éter pais irresponsáveis. Ser gay e ser irresponsável ñ é a mesma coisa. Vocês gastam tempo discutindo se deve ou ñ deve aceitar uma familia gay - sim, familia, casal, parceiros - e esquecem de procurar maneiras de tornar as pessoas mais responsáveis, de preparar as pessoas para constituirem uma familia, seja gay ou ñ. Sinto pena de vocês, que pensam que ser gay é doença. Espero profundamente, que um dia vocês acordem para a realidade, que percebam o absurdo de seus preconceitos e sejam menos ignorantes.

      Excluir
  4. realmente não entendi essa matéria e nem essa mulher. Se o pai dela nem casado era, o que tem a ver isso com casamento homoafetivo? E deixo outra pergunta, se o pai dela ao invés de fazer tudo que fazia com homens, fizesse com mulheres, algo seria diferente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo. O propósito da matéria é exatamente levantar a bandeira contra os homossexuais, então qualquer história que envolva o assunto, terá ênfase e destaque, assim como tb deve estar em destaque os comparativos com a vida dos héteros.. As pessoas estão buscando histórias que envolvam homo ou Bissexuais, para tentar denegrir a imagem dos mesmos, generalizando, o que pra mim, pra quem acredita em Deus deveria considerar o julgamento dessa condição como inapropriado, e mesmo quem não acredita em Deus, da mesma forma não deve julgar, por consciência.. É fato que o homossexualismo existe desde os primórdios da humanidade, mas que hoje é mais um TABU sendo quebrado, por isso esta em evidência, tantos movimentos contra e a favor, era sabido que mais dia ou menos dia isso aconteceria.. Não é possível ignorar algo da natureza humana que existe desde o princípio, e que isso é como algo que a natureza criou mudando sua genética, assim como em muitas outras alterações genéticas que acontecem, as quais aceitamos e entendemos, por que essa havia de ser diferente??? Uma mente MUITO fechada é realmente incapaz de entender a natureza e seus motivos.. Se desde os primórdios existe a homossexualidade e a raça humana se expande quase como uma "peste", não vai ser por conta dos Homossexuais que ela irá se extinguir, e sim por muitos outros motivos que estão acelerando a nossa auto-extinção, destruímos recursos naturais necessários para a vida, isso sim é algo para ser CONTRA!

      Excluir
    2. não era só o homossexualismo,também dantes em muitas culturas era socialmente comum pedofilia,incesto,poligamia,sexo com animais,enfim nada era ilicito,bastava ter vontade.Hoje já é socialmente louvável o homossexualismo,mas existem pessoas a tentar branquear a pedofilia usando psicologia e estudos "cientificos" como fizeram a elite gay,e daqui para a frente,tudo é maravilhoso do ponto de vista "cientifico" com todos os estudos encomendados!É só deixar o tempo passar a sociedade é a mesma de Sodoma,é chegar alguém de novo a um determinado local é todo o pessoal da localidade a querer estuprar essa pessoa!

      Excluir
    3. Este negocio de homoafetivo,homosexualismo,baitola,qualira,afetado,sapatão,semsaco,velcroadois,boiola,simpatizante,gay,flor,maricas,maricon,drag,lesbica,transexual,bisexual,e outros, pra mim é coisa de viados kkkkkk

      Excluir
  5. gente kkkkkkkkkkkkkk esse Mark Brasil aee viajando sério! HSAUHSAUSHA

    ResponderExcluir
  6. "Existe sim casais gays que não tem caráter, assim como existe casais héteros que também não o tem. Simples assim!".

    ResponderExcluir
  7. Só p/ constar: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2013/05/ex-deputado-de-santa-catarina-e-suspeito-de-abuso-sexual.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, eu assisti a reportagem, existem sim abusos sexuais por parte de heteros, mas como você pode ver ele abusava dos meninos e batia nas meninas ou seja???É homossexual.

      Excluir
  8. "Abra sua mente fechada e feche sua boca aberta".. não lembro o nome de quem disse isso, mas é válido para todos aqueles que se dizem contra ou que não aceitam a condição dos Homo e Bissexuais.. Alguns animais ditos como "irracionais" tb tem essa condição naturalmente, é nato. E antes que alguém diga que estou comparando o animal humano dito como "racional" com animais "irracionais", sou do conceito que que tanto um quanto o outro foram criados pela natureza com as mesmas possibilidades de mudança, transformação e evolução.. ou seja, quem não quiser evoluir, tenta encontrar uma máquina do tempo e volta para a época dos escravos, na pele de um negro e tente compreender porque a escravidão era tida como normal.. É o mesmo que deve se passar na cabeça de um homo, quando tenta entender pq não é aceito, pq é considerado como "do diabo", etc.. eles são apenas "seres humanos" normais, e como qualquer ser humano normal que tem suas diferenças.. Me coloco sempre no lugar das pessoas antes de julgar, por isso esse é o meu "conceito", e por isso não tenho "pré"-conceito!

    ResponderExcluir
  9. Gente eu entendo que o problema que ela passou se chama promiscuidade. Ela viveu num lar desestabilizado, onde os pais se separaram, sua mãe era doente e o pai era extremamente promiscuo, não podia dar em coisa boa. Digo que crianças que são expostas a drogas, promiscuidade, sexo, violência e vícios certamente terão muitos problemas quando adultos sejam eles de caráter psico-sexual ou psico-social. Não levanto bandeiras, mas, a promiscuidade está generalizada. Homens e mulheres com vários parceiros e parceiras, matrimônios cada vez mais escassos, a cultura do amasiamento, bate papos na internet, aplicativos de busca de sexo. Enfim, quem vai pagar a conta: a próxima geração. Uma geração de pessoas sem amor, doentes, corrompidas por padrões de moralidade distorcidos e um forte desejo de vingança por terem sua inocência roubada.

    ResponderExcluir
  10. Olham ai as consequencias de pares querem adotar crianças, porque jamais serão casais para mim serão sempre pares e nada mais e os seus filhos adotivos irão enfrentarem um futuro de incertezas, nauseas rejeição semente de que estão plantando certamente colherão, logico e mais Suicidios e por vai depressão Alcoolismo vai ser uma tarefa muito dificil para as autoridades resolverem ao longo dos anos, mas quem os induziu, a isto é o pecado de cada um principalmente dos ativista, de que os favorece a fazerem de apoiarem de andar no Erro serão julgados por Deus por uma severidade muito maior, induzindo as Pessoas ao erro da Homosexualide ela pede ajuda as autoridades, para que protejam o verdadeiro matrimonio, pois o futuro sera incerto para todos os Homossexuais que adotarem crinças , leiam a biblia o Manual da vida. amem!paz e graça.

    ResponderExcluir
  11. uma coisa éh certa... a unica frase de um gay q faz sentido é: gosto n se discute! o resto éh pura passionalidade e senso comum!

    ResponderExcluir
  12. sei que desvio de caráter é inerente a criação, o resto éh bom senso!

    ResponderExcluir
  13. ISSO NÃO TEM NADA A VER COM HOMOSSEXUALISMO, TEM A VER COM CARATER DE CADA UM, SE FOSSE HETÉRO FARIA A MESMA COISA, OU SEJA O COMPORTAMENTO DELE NÃO SERIA DIFERENTE SE AO INVES DE HUMENS, TRARIAM MULHERES E FARIA O MESMO PÉRTO DA FILHA...

    ResponderExcluir
  14. Eu Acredito que que todo ser é livre pra escolher a sua opção sexual e ponto, não concordo também com o fato de crianças serem abandonadas em latas de lixo, agora dai a deixar um casal homossexual a criar uma criança é completamente inconcebível na minha opinião, não sou o dono da verdade, mas imagina na escola, todos têm pai e têm mãe, e uma criança tem dois pais ou duas mães, a maldade chega muito mais cedo nas crianças hoje, se fosse normal o homossexualismo não seria necessário um casal heterossexual para a procriação?, eu acredito firmemente que o que não é natural é errado e ponto, também não concordo com a opinião do Mark Brasil sobre pagar o dizimo e olha que me considero evangélico, espero que isso sirva ao menos de discussão, querem fazer uma coisa justa, deveria deixar o povo decidir isso através de um plebiscito dai veríamos quem é maioria, já que a voz da maioria expressaria a vontade da nação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também é chocante quando o menino descobre q a menina ñ tem pênis, e vice versa, nem por isso existe problemas. Quando isso ocorre, os pais explicam o porquê da diferença. Por que tem que ser diferente no caso de crianças com dois pais ou duas mães? Tudo depende de como os pais explicarão tudo isso para os filhos. Não estou dizendo que devemos ensinar para as crianças sobre sexo, simplesmente ensinar que um coleguinha ter dois pais é normal. Assim como é normal

      Excluir
    2. Também é chocante quando o menino descobre q a menina ñ tem pênis, e vice versa, nem por isso existe problemas. Quando isso ocorre, os pais explicam o porquê da diferença. Por que tem que ser diferente no caso de crianças com dois pais ou duas mães? Tudo depende de como os pais explicarão tudo isso para os filhos. Não estou dizendo que devemos ensinar para as crianças sobre sexo, simplesmente ensinar que um coleguinha ter dois pais é normal. Assim como é normal

      Excluir
  15. kkk o que há de mais interessante é esse depoimento dela, será que o problema foi pq ela foi criada por dois homens, ou foi porque esse pai dela era problemático.. é preciso que se veja isso... em todo o depoimento ela fala da distancia do pai dela, um gay não consegue conversar, não consegue interagir? é muito engraçado tudo o que li...kkk

    ResponderExcluir
  16. eu acho que existem muitas diferenças entre casais homosexuais e casais héteros, pois se não fosse para existir dois sexos seria um só e daria-se um jeito de procriar, então a minha opnião é a seguinte, acredito que o mais correto é a criação de filhos por casais héteros, pois os verdadeiros valos da família estão entre um homem e uma mulher, pois esse não deve ser o único caso que existiu e existe, dessa filha que foi criada sem nenhuma preocupação do seu valor de criança e filha, infelizmente ninguém se preocupa com algo que não lhe traz problemas, no caso dessa filha ela nunca trouxe problemas por ter sido acuada pelo seu pai, então ele não pensava em uma educação melhor,uma vida melhor, e o bem esta dela, ele só queria viver a vida sem ao menos se preocupar ou procurar saber se ela estava bem, como ela relatou que ele saia e ficava 3,4 dias fora vivendo sua vida sexual,não estou dizendo que não possa aconteça com casais hétero,mais estou falando de valores,pois se hoje você existe é porque nasceu de um casal hétero, e não de um casal homosexual.

    ResponderExcluir
  17. Seria bom se lessem este desabafo de quem passou por isso. Uma pena que muitas leis no nosso país... Só serve para inverter os valores da família. Exemplo a lei que proíbe as palmadas.

    ResponderExcluir
  18. Gostaria de ler o comentário de um viadinho para analisar sua opinião a respeito disso!

    ResponderExcluir
  19. Procuro sempre explicar para os meus dois filhos homens que uma família é composta de um pai homem e uma mãe mulher e os respectivos filhos e filhas. Simples assim.

    ResponderExcluir
  20. Minha família é composta por uma mãe e um pai casados. Minha família também é totalmente desarmonizada, meus pais não se amam, dormem em quartos separados há anos e só não se separam pela questão financeira pois não querem dividir os bens, minha mãe me ignora, não ajuda com um tustão para sustentar o próprio teto, ou seja, se a criação dela foi ruim devido a incapacidade do pai de obedecer responsabilidades não significa que o fato dele ser gay esteja ligado a isso. Minha infancia foi uma merda, sem amor ou carinho. Tenho 18 anos e há 5 me viro sozinha. Agora pergunto a vocês, a culpa dessa menina ter tido um infancia horrível é devido ao pai ser homossexul mesmo? Ou será que a culpa seria dos traumas psicologicos que o mesmo teve quando novo? Existem gays bons, ruins, promiscuos, timidos, honestos e desonestos assim como existem heteros do mesmo genero ou quem sabe até pior. A realidade é que o ser humano é um só, sendo gay ou não ele pode ser uma pessoa de respeito e com bons conceitos morais como pode ser uma pessoa que se importa com si próprio.

    ResponderExcluir
  21. Muito interessante ler esses posts, vocÊs realmente defendem coisas que não conhecem e não sabem o que é, eu sou de uma familia gay, criada, machucada, exposta, e até muitas vezes colocada em afetividade homossexual, não se pode julgar ou defender uma posição até você estar totalmente ligada á ela. Como sobrevivente deste estilo novo de vida(GAY/LESBICA) posso garantir que uma criança necessita de bases, sendo elas tortas ou não, mas precisam sim vir de uma mulher e um homem, pois nenhum ser humano é criado como individuo sadio sem ter ensinamentos de um casal para sua vida, depois que uma pessoa cresce ai sim ela pode fazer o que muitos estão fazendo, opnando por um pensamento a partir daquilo que lhe foi ensinado.
    Como mulher hoje resolvida e curada pelos traumas, abusos, exposição violenta de vida homossexual, defendo como essa mulher a união e o casamento somente de homem e mulher, uma criança so deve ser criada por um homem e uma mulher e ninguem mais, não interessa a conduta de carater deste individuo Casal hetero, pq quando essa crainça crescer terá bases para defender o que é certo ou errado, até a opnião de varios defendendo, vem de uma falsa ideologia que querem mostrar ser super normal e liberal, então , pergunto, faça um filho e leva na ong GLTB, e deixe ele lá pra que esses homossexual e lesbicas criem pra vc, depois que esse filho estiver com 15 anos, vc vai busca-lo e acaba de criar, será que vcs acietam o desafio?
    Ou vão dizer que estou sendo radiacal, sofri e todas as crianças de minha casa sofreram com esse estilo de vida, ninguem que nao passou pelo trauma de ver uma mulher com penis tomar banho, sabe o que é isso, entao fiquem quietos e defendam somente aquilo que vocês hipocritas viveram, ou seja, nada desta vida, se querem falar de algo, convido qualquer um buscar uma criança abusada de um lar gay e uma de um lar hetero, e depois falem, coloquem suas opnioes para fora, será muito bem vinda, querem saber o que é ser um drogado, venha comigo resgater um de dentro da boca e vc saberá o que isso é.
    Seja util e faça algo por alguem, palavras vazias foi o que li ate agora, querem ajudar esse País, faça alguma coisa para os necessitados,sua ajuda será muito bem vinda.
    MINISTERIO RESGATANDO VIDAS DESTRUIDAS PELO PASSADO.
    direitorinternacional.ciacristal@hotmail.com

    escrevam terei muito prazer em responde-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc é só mais uma pessoa que teve um passado ruim e coloca a culpa nos homossexuais.. Eu tive uma vida "bem pior" que a sua, e nunca tive nenhum homossexual relacionado a minha vida.. Devo colocar a culpa em quem agora???

      Excluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Muito interessante a história da srª Stefanowicz, e também a da srª Dalva Miguel. Não consigo entender como as pessoas homossexuais não conseguem se ater à isto, é uma realidade, e elas acabam fazendo isto naturalmente, expõem e levam crianças à terem a mesma sorte de vida que estas duas mulheres, que eles tem o direito de fazer de suas vidas o que querem, ok, podem, más eu entendo que tem que haver limítes quando a questão envolve crianças, temos aqui dois exemplos claros disto, e se formos escutar histórias de outras crianças eu creio que irão aparecer histórias iguais ou infelizmente piores...
    Aos homossexuais que lerem meu comentário, peço que tentem compreender minha posição, eu defendo que os direitos de vocês são de vocês, ninguem pode maltratá-los, expô-los ao vexame, denegrí-los, etc, vocês tem direitos iguais à qualquer cidadão (individualmente....)más peço à vocês, quando o assunto envolve crianças, que procurem agir com sabedoria, a história mostra que nossos erros e acertos só vão serem ouvidos no futuro.

    Quando alguem entra para as forças armadas, está ciênte que pode ir à guerra e morrer, quando decide viajar, seja qualquer o tipo de transporte, sabe que estará sujeito à algum tipo de acidente, e raciocínios símiles à estes há exemplos fartos, e nós somos frutos de nossas escolhas, e tudo o que acontece são frutos delas, se eu me caso com uma mulher, sendo eu homem, ela tem alta probabilidade de engravidar e temos filhos (se ela ou eu não tiver problemas) contudo um casal homossexual, sabe que não podem gerar filhos, sendo assim, pelo curso natural destas escolhas... ...me pergunto, é licito eles buscarem alguma alternativa para terem algo que a natureza de seus corpos não o faz naturalmente? (é um ponto para raciocinar-mos... eu não quero que seja um fim em sí mesma esta pergunta, más algo que nos coloque à raciocinar... ... à ambos, à nós héteros e aos homossexuais).

    Alguem homossexual pode vir e afirmar que nunca faria isto à uma criança... Eu me pergunto? Será? Eu creio que esta pessoa fala de coração que não faria, más acaba que no decorrer da vida, ela nos tem mostrado o contrário... Pessoas desestabilizadas, fruto de lares divididos (independente de ser ou não homos...), cheios de problemas, e etc...

    Nós todos precisamos, creio eu, de evoluir, más manter as bases que norteam a vida saudável de nossa sociedade.

    Um abraço à todos, eu creio que esta postagem pode contribuir para muitos, e que os debates (dentro de uma ordem e respeito) podem contribuir para quebrar paradigmas nos dois lados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te pergunto, se uma mulher heterossexual não pode gerar um filho (é estéril) então vc concordaria se ela fosse Gay? Ae então seria natural para vc, que diz que os homo não podem gerar filhos?.. Vc acredita mesmo que o homossexualismo coloca em risco a posteridade da raça humana? Acredita que só chegamos a mais de 7 bilhões de pessoas no mundo pq os Gays "não existiam"? Desculpe dizer, o Gays existem desde os primórdios.. E ainda assim a raça humana se expande como uma "peste".. Não sou Homo, mas costumo buscar o conhecimento e não ficar presa ao passado, o qual era exatamente como é hoje, preconceituoso.. Que generaliza e define se uma pessoa é de caráter pela "condição sexual".. Fala sério.. Seu pensamento em relação ao homossexualismo esta nas "entrelinhas" do que vc escreveu.. Analise isso..

      Excluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Estão relacionado HOMOSSEXUALISMO com: Desvio de caráter, religião, política, e generalizando em comparação com os heterossexuais.. Então o que se pode dizer sobre isso? IGNORÂNCIA PURA!!!

    ResponderExcluir
  26. É simplesmente ridícula toda essa discussão. Me espanta o tempo em que todos vocês gastam discutindo a opção das pessoas. Vão fazer algo de útil das suas vidas, do tipo ler um livro, plantar uma árvore, trabalho voluntário, ou seja lá o que for.
    Nós seres humanos somos livres para fazer o que bem entendemos, se é para falar de Deus, por favor não julguem o próximo. Que porra é essa de orgulho hétero? Não somos todos irmãos de acordo com a religião? Para se embasar no argumento religioso não se deve excluir todo um contexto que é construído pela própria igreja.
    Vamos parar de hipocrisia. Vão protestar contra esse governo corrupto que não faz nada pela nação.
    Eu mesmo nem acredito que perdi dois minutos do meu dia escrevendo isso e tão pouco três lendo as besteiras deste post.
    Vão viver, pq eu já fui.

    ResponderExcluir
  27. O MUNDO VAI ACABAR EM HOMOSSEXUALISMO É DOENÇA!!!

    QUEM ACEITA AS PRATICAS HOMOSSEXUAIS TAMBÉM É UM HOMOSSEXUAL ENRUSTIDO,.

    HOMOSSEXUAIS SÃO ERRO NASCEM COM ERRO , MAIS A MÍDIA ESCONDE ISSO, ALGUNS HOMOSSEXUAIS NÃO NASCEM É TRANSFORMADO
    EXISTE ALIMENTOS QUÍMICAS QUE CONSEGUEM MODIFICAR OS GENES DO HOMEM OU MULHER HÉTERO OU HOMOS

    HOMOSSEXUALISMO NÃO É NORMAL A PRATICA HOMOSSEXUAL TRÁS DOENÇAS PRA HUMANIDADE , HOMOSSEXUALISMO SERVE PARA EQUILIBRAR A POPULAÇÃO MUNDIAL PARA QUE AS PESSOAS NÃO TENHA PRATICA HÉTEROSSEXUAL , COM TUDO OS HOMOSSEXUAIS ALEM DE NÃO TER A PRATICA HÉTEROSSEXUAL , ELES TRAZEM DOENÇAS PARA DIMINUIR A POPULAÇÃO

    ResponderExcluir
  28. CADA UM COM SUA OPINIÃO

    (EU NÃO ACHO NORMAL O HOMOSSEXUALISMO)

    ResponderExcluir
  29. Bando de sem noção. Adoradores de Satã. vcs sao carniceiros. reencarnação de Hitler. O mal habita em vcs. To cansado dessa palhaçada. se for levar em consideração tudo que foi dito. Então heterossexuais tambem não são adequados para formar uma familia . Ja vi muitos casos. De pais que se drogam na frente de suas crianças homens que sao pais viúvos ou pai soltero fazendo orgias . Pais heteros que estupram seus filhos . Maes que se prostituem pais heteros q assassinam seu filhos. enfim . Inumeros casos que provam que heteros nao sao qualificados para constituir família . Homossexuais sao pessoas assim como heteros . Tem homossexuais bons e mal. Tem heterossexuais bons e mal. Entao parem de colocar Deus como desculpa para odiar o próximo. vcs goatariam de serem chamados de aberrações? Acho Deus diz preserve a familia . Nao odeie o próximo. entao ele diz pra cuidar da sua família entao cuide . E deixa essas pessoas serem felizes.

    ResponderExcluir
  30. Ví muitos comentários aqui contra e a favor de casais homossexuais criarem filhos, alguns equilibrados e outros não. Mas algo em particular, me chamou a atensão: ví dois depoimentos de pessoas que tiveram vivências negativas por serem criadas em um meio homossexual. É bem verdade que houve casos de pessoas que também relataram vivências negativas mesmo tendo sido criadas em ambiente heterossexual, mas nós sabemos que há vários casos onde pessoas criadas em um ambiente heterossexual e que acharam está experiência muito positiva para as suas vidas (o meu caso, por exemplo, é um dentre milhares de outros). Não estou dizendo que não possa haver alguém que tenha cido criado em um ambiente homossexual e que tenha achado que foi uma boa experiência. Apenas estou dizendo que não conheço um caso assim. Portanto, gostaria que fosse postado aqui um caso de filhos que foram criados em um ambiente homossexual e que acharam uma experiência positiva. Até passa que se possa fazer uma comparação.

    ResponderExcluir
  31. No Brasil 1 criança em 3 foi abusada ou estuprada por um parente ou amigo da familia, na maioria das vezes são meninas abusadas por homens. Isso vinda da familia tradicional. Infelizmente ai ja ninguém fala! Limite parece que na cabeça das pessoas é normal porque a criança é de sexo feminino e o agressor de sexo masculino. Agora quando um homem abusa um menino ai é taxado de homossexual e blabla. Agora me expliquem uma coisa. DESDE QUANDO A PEDOFILIA E ALGO NORMAL? E DESDE QUANDO SER PEDOFILO E UMA QUESTAO DE ORIENTACAO SEXUAL?
    Me desculpem, mas quando abro um livro de psicologia, pedofilia esta la referenciado como uma doença grave, onde o agressor toma prazer em ver o medo nos olhos da vitima, toma prazer em ouvir sua vitima chorar e suplicar etc... E então uma doença baseada na dominação e não na orientação sexual.
    Agora vos digo uma coisa, tenho vergonha de partilhar o mesmo planeta que muitos de vocês, que vão acusar injustamente pessoas porque tem preconceito com algo que não vos diz respeito. Porque vocês são pessoas ignorantes e completamente sem nexo que acham que podem se por na vida alheia e fiscalizar o cu dos outros! Pois é zé povinho da ignorância, dois adultos da mesma espécie, que exprimam o seu amor um pelo outro na sua intimidade, isso independentemente da sexualidade, cor, religião, não tem nada de contra natureza nem de maldade. Da mesma forma que esses dois adultos sendo pessoas sem problemas psicologicos, estão aptos a criar filhos e a dar educação, amor e tudo o que as crianças merecem para tornarem-se adultos completos e aptos a viver na nossa sociedade. Enfim... Uma ultima coisa, preconceito e tolerância aprendem-se em casa. Fica a vocês de ver o que vão ensinar aos vossos filhos!

    ResponderExcluir
  32. Para um mundo melhor, para mais tolerância com as diferencas que são inevitáveis, ouçam! Ofereci a eu mesma esse vídeo como presente e Ofereço-o a todos os meus amigos! Eu sou livre para questionar, duvidar, aceitar como verdade o que me faz bem, só não sou livre para impor as minhas verdades como únicas para todos, pelo simples fato da minha liberdade tirar a do outro!

    ResponderExcluir
  33. Para um mundo melhor, para mais tolerância com as diferencas que são inevitáveis, ouçam! Ofereci a eu mesma esse vídeo como presente e Ofereço-o a todos os meus amigos! Eu sou livre para questionar, duvidar, aceitar como verdade o que me faz bem, só não sou livre para impor as minhas verdades como únicas para todos, pelo simples fato da minha liberdade tirar a do outro!

    ResponderExcluir
  34. Oh Deus! Ela realmente acha que tudo que ela viveu é algo exclusivo do homosexualismo?? sério?
    Tadinha dela! É muita inocência!
    Pior é achar que homosexulidade tem algo a ver com isso!
    Alguém por favor poderia explicar pra ela que indole não tem e nunca teve haver com sexo ou mesmo sexualidade?,porque viu,ta dificil!
    Sabe o que é pior? Se o pai dela fosse hétero,a sociedade acharia muito normal tudo o que ele fez e tudo oq ela passou.

    ResponderExcluir